Buscar
  • APRAESPI

Oficina Ortopédica da APRAESPI será implementada em Ribeirão Pires

Incentivo se dará através do programa Pronas, do Ministério da Saúde em parceria com a iniciativa privada


A Oficina Ortopédica da APRAESPI será implementada neste ano de 2021. A Diretoria da Associação confirmou a inclusão da Oficina em um Programa do Governo Federal (Pronas - Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência) que, através de incentivos fiscais, direcionou empresas para financiar o projeto.


São elas: Atlas Schindler, Bayer, Chevrolet Serviços Financeiros, Pernambucanas, Vivara, Volkswagen e XP Investimentos. Além do Pronas, a Oficina Ortopédica foi financiada pela doação da Fundação Salvador Arena e da Coop.


APRAESPI
Paciente atendida na Oficina Ortopédica da APRAESPI

Atualmente a Oficina atende centenas de pessoas por ano, mas existe uma demanda reprimida ainda maior, que será atendida através do Pronas.


“Com as doações da Fundação Salvador Arena, Coop, e das empresas viabilizadas pelo Pronas, o andamento do Projeto vai se acelerar e vamos concluí-lo em 2023”, declara o presidente da APRAESPI, Jefferson Luiz Pinto da Fonseca.

Na Oficina Ortopédica, profissionais da área da saúde dedicam-se na produção de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção, como a cadeira de rodas adaptadas e a cadeira Brincadeira, desenvolvida para crianças com mielomeningocele.


Com a Oficina Ortopédica, a APRAESPI vai aumentar os atendimentos de Ribeirão Pires e da região, em que os pacientes com deficiências físicas e sequelas submetiam-se a uma espera de, em média, dois anos - tempo muito acima do recomendado pelos profissionais da saúde.


Será possível, com a Oficina da APRAESPI, entregar os equipamentos aos pacientes dentro do prazo recomendado pelos médicos.




Posts recentes

Ver tudo

APRAESPI atende pacientes com síndrome pós-covid

Aqueles que venceram o Covid-19, muitas vezes, venceram somente uma batalha, pois ainda enfrentam a síndrome pós Covid-19. Por isso, na APRAESPI estamos realizando o tratamento pós Covid-19. A APRAESP