No Copar, Vinicius Martim recuperou a confiança e se tornou profissional

“Não tenho palavras para agradecer tudo que essa instituição fez pelo meu filho”. É desta maneira que Rosemar Silva descreve a atuação da Apraespi na vida de seu Vinicius Martim Silva Souza, que foi aluno do Copar (Centro Ocupacional e Profissionalizante “Adélia Redivo”) entre 2008 e 2014.

For patients who are purchasing medications online, there are several substantial factors that must be considered. Erectile dysfunction, defined as the persistent failure to achieve an erection to the point of orgasm, act an estimated 15 to 30 millions men in the United States only. Generally, both men and women suffer from sexual dysfunctions. What about sexual dysfunctions and "levitra price "? You may have heard about "cheapest price for levitra ". More information about Viagra available at "best levitra prices ". Perhaps you already heard slightly about it. Note that your soundness care professional has set Viagra or any other remedy because professional has judged that the profit to you is biger than the risk of unwanted side effects. However, with highly regarded web-site you get confidence in knowing that your order is being handled by trustworthy doctors and that your data is safe.

O jovem chegou à associação após uma difícil passagem pela rede pública de ensino, que nem sempre conta com estrutura física e recursos humanos para receber pessoas com deficiência ou déficit de aprendizado. “Ele foi recebido na Apraespi como sua auto estima destruída por tanto sofrimento e descrédito que sofreu na escola normal por ser diferente e ter dificuldade de aprendizado”, conta a mãe de Vinicius.

Foi na Apraespi que o garoto adquiriu confiança em si. Aprendeu a ler e escrever e e relacionar melhor com as pessoas, que respeitavam sua maneira de ser.


Professores, funcionários, colaboradores, médicos e profissionais da psicologia ajudaram Vinicius a se tornar uma pessoa capaz de ocupar um lugar na sociedade e defender seu espaço, fazendo-se respeitar.

Vinicius trabalha numa mesma empresa há um ano e lá ele se destaca por sua eficiência e postura, coisas que dificilmente teria se não tivesse recebido toda a orientação profissional que o Copar ofereceu.

Fátima Topic, coordenadora do Copar, acompanhou de perto a trajetória de Vinicius e se surpreendeu com a evolução do garoto. “Com os anos o Vinicius foi redescobrindo suas capacidades individuais ao mesmo tempo em que se relacionava cada vez em grupo. O trabalho da Apraespi serviu para formar não apenas um profissional apto, mas acima de tudo, um cidadão”, destaca.

“Minha gratidão será eterna por toda a equipe, e em especial aos professores das oficinas de madeira e mosaico, a de preparação para o trabalho e a diretora Fatinha e a equipe da coordenação”, finaliza Rosemar.

Atendimento - A família que quiser matricular o filho no Copar deve ligar para o telefone (11) 4824-4275, passar por avaliação diagnóstica e seguir todas as instruções. A unidade já encaminhou mil jovens profissionais ao mercado ao longo de três décadas.


 

Envie sua pauta

Mande sua sugestão de notícia para o email diegosimi@apraespi.org.br ou através do telefone (11)2504-9052

Faça sua parte

Topo